Ato em defesa de Lula (Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

Movimentos sociais e centrais sindicais fazem ato em defesa de Lula (Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)

A Frente Brasil Popular, formada por partidos políticos como PT e PCdoB, centrais sindicais e movimentos sociais, está convocando uma manifestação nacional, na próxima quinta-feira (20), contra as reformas trabalhista e da Previdência e em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No Recife, o ato ocorre a partir das 9h no Parque 13 de Maio, em Santo Amaro, área central do Recife.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi condenado na última terça-feira (12) a nove anos e seis meses por Sergio Moro por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. Já a polêmica reforma trabalhista foi sancionada na última quinta-feira (13) pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Segundo o presidente da Central única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE), Carlos Veras, o ato será em defesa da democracia. “Porque Lula representa a democracia e a revogação desses atos feitos por Temer e seus aliados”, afirmou Veras. “Inocentes estão sendo condenado sem provas e os que têm provas (contra eles) são inocentados”, acrescentou.

O PT também está articulando um giro do ex-presidente pelo Nordeste a ser realizado em agosto e setembro. A princípio a ideia era mapear obras e demarcar território visando a eleição de 2018, mas – com a condenação – a pauta da defesa do petista, que já coloca como pré-candidato à Presidência, será preponderante.