Lula reitera candidatura à Presidência da República em 2018 (Foto: Divulgação)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, em vídeo publicado neste domingo (16), no Facebook, que vai dedicar o tempo de vida que lhe resta para provar que o Brasil pode ser diferente e que a situação socioeconômica atual dos brasileiros pode mudar, reiterando a candidatura presidencial. O petista também criticou o atual governo e o Congresso Nacional, que estaria desmontando as conquistas dos trabalhadores.

“Tenho consciência de que o Brasil, se governado por alguém que goste do povo, que conviva com o povo, que ouça o povo, pode melhorar. É nisso que eu acredito e quero dedicar o resto de tempo que tenho na minha vida para provar que estas coisas podem acontecer e que o Brasil poderá ser diferente”, declarou ele.

O petista afirmou que a população está com a autoestima baixa por causa do desemprego e alfinetou o governo e parlamento. “Nós temos um governo que não representa absolutamente nada. Temos um Congresso desacreditado, que está desmontando conquistas dos trabalhadores nos últimos anos”, criticou. Entretanto, o atual presidente Michel Temer (PMDB) foi o vice da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), a partir de uma articulação de Lula.

“Para a natureza parece que é pouco porque eu já tenho 71 anos, mas como eu acho que vou viver até os 100 anos, eu vou ter muito tempo pela frente para ajudar a construir o Brasil que todo mundo deseja”, concluiu.

"Menos ódio, mais amor. É essa a sociedade que quero ajudar a construir".Vídeo: Ricardo Stuckert

Publicado por Lula em Domingo, 16 de julho de 2017

O ex-presidente Lula foi condenado, na última quarta-feira (12), a nove anos e seis meses pelo juiz Sergio Moro por crime de corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava Jato. No sábado (15), a defesa do petista protocolou recurso contra a decisão.

Shares